O que checar antes de assumir o cargo de síndico

Ao aceitar a função de gestor de um condomínio o novo síndico está assumindo para si diversas responsabilidades e riscos que precisam ser conhecidos e assimilados para desenvolver um bom trabalho. Além de conhecer suas obrigações é preciso também impedir que erros das administrações passadas possam gerar problemas para a sua administração.

É fundamental que o novo síndico esteja bem informado e ciente de todas as questões relacionadas ao condomínio. Uma boa ideia para garantir isso é criar um checklist dos principais pontos a serem observados e resolvidos. Assim que o novo síndico assume o cargo.

O que checar antes de assumir o cargo de síndico.

O que checar antes de assumir o cargo de síndico.

Inspeção

O síndico deve fazer anualmente uma inspeção predial, uma verificação completa da parte física e dos documentos do condomínio. Sobre a estrutura física devem ser observados itens como a conservação da fachada, das áreas comuns, terraço, equipamentos de segurança de todos os ambientes. É necessário certificar se as manutenções elétricas, hidráulicas e de gás estão em dia.

Cheque também os portões, alarmes, e demais dispositivos de segurança para verificar se estão funcionando adequadamente. Sendo necessário comprar novos equipamentos, marque uma assembleia e converse com os moradores. Não se esquece também que os funcionários precisam saber usar esses equipamentos corretamente.

Na parte documental, é necessário certificar-se de que toda a documentação referente aos serviços obrigatórios está guardada.

Legislação

A principal norma regulatória dos condomínios é o Novo Código Civil, dos artigos 1331 até o 1357. É imprescindível que o novo ocupante do cargo de síndico conheça as normas e analise os direitos e deveres dos condôminos.

O regulamento interno do condomínio também precisa estar na ponta da língua. Ele traz todas as normas internas estabelecidas entre os moradores e a administração e rege as normas de convivência do condomínio.

É preciso que os síndicos estejam atentos também às normas regulamentadoras e às leis municipais, estaduais e federais referente às manutenções obrigatórias. Cada município pode estabelecer obrigatoriedades específicas que precisam ser cumpridas, como vistorias, por exemplo.

Comunicação

A comunicação deve ser uma prioridade para o síndico, devendo ele manter a administração participativa, ou seja, ouvindo a opinião dos moradores. O ideal é elaborar prontamente um plano de ação com as necessidades urgentes e conversar com os condôminos.

Ao assumir o cargo de síndico é importante manter um bom relacionamento com o síndico anterior, para que ele possa lhe ajudar nessa transição. Outra ação importante é a sua apresentação que pode ser realizada através de uma carta de apresentação aos moradores do prédio. É preciso comunicar sobre a nova gestão e colocando os moradores cientes dos seus objetivos no cargo.

Finanças e funcionários

O condomínio não tem personalidade jurídica, mas é classificado como empregador e está sujeito a todos os encargos legais trabalhistas. Recomenda-se que a parte tributária seja delegada a uma administradora para garantir que tudo seja pago corretamente, visto a complexidade e importância do tema.

Na contratação de funcionários é importante que seja feito um bom processo de seleção. Tem que ser considerando todas as atribuições do cargo a ser preenchido.

O dinheiro do condomínio é, na verdade, dos condôminos, e deve ser administrado com muito cuidado e responsabilidade. É importante que seja entendida a situação do prédio. É necessário avaliar a prestação de contas, a previsão orçamentária, a inadimplência e acordos, e os investimentos.

Infraestrutura

Todos os condomínios possuem infraestrutura que demanda atenção e manutenção constante. É muito comum encontrar condomínios que possuem estruturas tão complexas como a de cidades inteiras. É importante que o síndico delegue funções a empresas capacitadas para administrar alguns desses sistemas, quando forem difíceis de manter sozinho.

Obras

Qualquer obra a ser realizada no condomínio precisa do acompanhamento de um engenheiro. É indicada também a contratação de seguro para a obra.

Com essas sugestões será mais fácil iniciar o cargo de sindico, conhecendo as normas e as principais necessidades que você terá que assumir.

Conheça o SCON V2 e a plataforma CondoSocial, sistemas de gestão de condomínios com melhor custo x benefício do mercado.