Ar-condicionado, dicas para instalar em sua casa

Caso você esteja pensando em instalar um aparelho de ar-condicionado na sua residência, é essencial que você não deixe passar nenhum detalhe na hora de dar início a esse processo. Vamos passar algumas dicas para instala ar-condicionado em sua casa.

Afinal de contas, não há nada mais ruim do que você se alegrar com uma ideia e depois acabar ficando decepcionado por ter tido que arcar com vários contratempos que poderiam ter sido impedidos caso você tivesse feito um estudo mais aprofundado sobre o assunto.

A fim de que o seu lar possa ter um clima para ninguém botar defeito, é necessário conhecer, antes de mais nada, os tipos mais comuns de aparelhos condicionadores de ar, que são o de janela, o Split e o portátil.

Ar-condicionado Portátil

A vantagem desse aparelho condicionador de ar é que pode ser carregado para qualquer parte da casa e até para outras residências, como a de um amigo ou para a sua casa de férias na praia.

O seu funcionamento ocorre de maneira bem prática: conforme o ar-condicionado vai sendo utilizado, água vai sendo armazenada no interior do aparelho. No momento em que houver uma grande quantidade do líquido, o próprio equipamento indicará que precisa ser esvaziado.

O ar-condicionado portátil também é uma ótima escolha para casas e apartamentos onde não é permitida a instalação de aparelhos condicionadores de ar que alterem a disposição do local.

Ar-condicionado Split

O Split é o ar-condicionado menos barulhento de todos e também apresenta um menor custo energético. Em outras palavras, é o aparelho que todo mundo quer ter em casa.

O único ponto negativo de se ter um Split é o alto custo de instalação, pois ainda é preciso realizar uma obra que deve ser acompanhada por um arquiteto especializado para a garantia do aparelho não ser perdida. Esse tipo de aparelho é muito encontrado em casas à venda em Curitiba.

Ar-condicionado de Janela

O ponto positivo do ar-condicionado de janela é a facilidade de instalação, que não exige a necessidade de obras (como no caso do Split), sendo preciso apenas de uma tomada ligada à rede elétrica e de um buraco na parede. Com um preço bem em conta, esse aparelho faz muito sucesso no mercado e é encontrado em vários imóveis em Curitiba.

Para que você possa obter um clima sempre agradável onde você mora (como pode ser observado nas casas à venda em Curitiba), além do tipo de aparelho condicionador de ar que será instalado, é necessário prestar atenção a outros fatores essenciais.

Os demais fatores iremos explicar a seguir. Elaboramos o texto em formato de um passo a passo que você pode seguir para avaliar se a sua residência possui a infraestrutura necessária para um aparelho de ar-condicionado.

ar-condicionado

Ar-condicionado, dicas de instalação

1º passo: Verifique a capacidade elétrica da sua residência

A maior parte dos aparelhos condicionadores de ar possui uma voltagem de 220 volts. Caso a capacidade elétrica da sua residência seja monofásica, uma mudança precisará ser realizada na rede antes da instalação do ar-condicionado.

Se a sua residência já tiver sido adaptada para o sistema bifásico (como muitos em imóveis Curitiba), ainda assim é recomendável que você fale com um eletricista para verificar em quais pontos serão ligados os aparelhos, pois só com o apoio desse profissional que você terá a segurança de que o condicionador de ar vai funcionar corretamente.

Se você estiver procurando por casas à venda em Curitiba, é bom perguntar ao atual proprietário sobre a capacidade elétrica da residência antes de concluir a aquisição.

2º passo: Verifique a capacidade térmica do ar-condicionado

A unidade de medida que permite verificar a capacidade térmica dos aparelhos é o BTU (Unidade Térmica Britânica). O número de BTUs identifica qual a potência de refrigeração do seu aparelho e pode ser influenciado pela frequência da incidência solar e pelo tamanho do cômodo.

Para um quarto de até nove metros quadrados, onde o sol só bate pela manhã, o BTU ideal é de 7500. No entanto, se o cômodo for maior, e o sol costumar incidir sobre ele durante todo o dia, os BTUs necessários sobem e ficam a partir dos 9000.

3º passo: Providencie os tubos adequados para a instalação

Não são tubos de qualquer material que podem ser utilizados na instalação dos aparelhos. Eles devem ser de cobre ou alumínio e também precisam conter bitolas e espessuras capazes de suportar a carga térmica do ar-condicionado. Também é importante utilizar tubos de PVC para o processo de drenagem da água, os quais devem ser acoplados à rede da residência.

4º passo: Busque saber qual a melhor fiação elétrica para o seu aparelho

A fiação elétrica ideal para o seu aparelho precisa ter cabos padronizados na mesma voltagem do ar-condicionado. Também é ideal que haja um disjuntor para cada condicionador de ar que você tenha em casa.

5º passo: Identifique o melhor lugar para a instalação do aparelho

Há dois lugares onde você não deve, em hipótese alguma, instalar o seu aparelho condicionador de ar: onde haja tubos de esgoto e água e onde a tubulação de ar possa comprometer as instalações elétricas. Se você estiver em busca de imóveis à venda, é bom verificar isso antes de ir morar no local.

É importante também verificar se nesses imóveis à venda a saída de ar foi colocada em paredes que sofram com uma alta taxa de incidência solar ou sobre eletrônicos, como televisores e dispositivos sonoros, já que a água evaporada pelo ar-condicionado pode danificá-los.

Bom, essas foram apenas algumas dicas para que você possa preparar a sua residência para receber um aparelho condicionador de ar. Levando todas elas em consideração e conhecendo bem os aparelhos disponíveis no mercado, você não vai precisar mais ter que sofrer com frio ou calor em qualquer dia do ano.

Só não esqueça de programar o seu tempo para comprar logo um aparelho de ar-condicionado para a sua casa, pois na época do calor eles costumam sumir das lojas e subir os preços.

Compartilhe o artigo nas redes sociais e ajude também outras pessoas na tarefa de escolher um ar condicionado para as suas casas.