4 dicas de como administrar um condomínio

Quando um empreendimento é devidamente lançado por parte de uma construtora, é normal que haja um comportamento em evidenciar todas as inúmeras qualidades do local – afinal, é assim que se conseguirá atrair mais potenciais compradores, não é mesmo? Mas, o grande ponto que poucos acabam explorando é sobre como administrar um condomínio!

Em meio a todas as qualidades imagináveis, podemos considerar itens básicos, como segurança, uso da área de lazer do empreendimento, disponibilidade de vagas na garagem, normas para o uso do salão de festas ou churrasqueira, academia, projetos sustentáveis, acessibilidade e outros.

O ponto é que o andamento de todos esses aspectos não é levado a diante por parte da construtora, e sim os fornecedores que serão contratados, e claro, o sindico!

Isso deixa claro que a posição de um sindico está muito além do fato de se cuidar de reparações ou até mesmo ser o organizador de reuniões do condomínio – é papel dele também assumir uma série de importantes responsabilidades, para que dessa maneira possa manter a segurança e o bem estar de todos os moradores e até mesmo dos funcionários que deverão manter o ambiente em seu pleno funcionamento.

O ponto é como fazer isso e conseguir encontrar um equilíbrio para levar a administração adiante seguindo tais pilares!

Mas, isso não é algo impossível, desde que a administração se cerque de dicas fundamentais para compor seus passos em meio a essa trajetória!

Quer saber quais são essas dicas? Então continue conferindo o conteúdo abaixo e entenda mais tudo que é necessário saber para uma boa administração!

4 dicas de como administrar um condomínio

4 dicas de como administrar um condomínio

Como administrar um condomínio – como fazer esse processo de forma eficiente?

Como já mencionado anteriormente, um sindico possui uma série de atribuições importantes, o que lhe compete um papel de um administrador de empresa – isso porque um prédio ou um condomínio pode perfeitamente ser comparado a uma empresa perante suas necessidades administrativas!

Nesse sentido, é de suma importância se compreender um pouco de cada item importante, como a administração, as orientações do RH, contabilidade, direito, regras provenientes à segurança no trabalho e até mesmo, psicologia (sim, parece improvável, mas pode acarretar um grande diferencial em determinadas situações!).

Logicamente que não há necessidade de se obter um conhecimento profundo de cada um dos aspectos citados acima, e por isso é interessante contar com profissionais que possam agregar o devido suporte.

Porém, para evitar de sofrer enganos ou até mesmo ser passado para trás em determinadas circunstancias, é fundamental ficar sempre alerta a tudo que permeia esse universo e assim ir em busca de conhecimento sempre que possível!

Confira a seguir 4 dicas matadoras para potencializar o processo administrativo em um condomínio!

A organização é um fator determinante para obter bons resultados!

São diversos documentos e uma série de contas a pagar e a receber – e nenhuma delas podem sofrer atrasos – afinal, muitas famílias poderão depender desse critério.

Diante de tantas contas é de suma importância que haja uma forte organização, para que nada acabe passando diante dos olhos da administração e para que os atrasos ou descontrole financeiro acabem se tornando uma realidade na vida do condomínio!

A manutenção predial também depende de uma boa organização

Há uma série de famílias (e isso pode variar bastante de um local para o outro) que realiza o pagamento do condomínio – e essas famílias pagam esse valor esperando um retorno acerca disso!

Quem paga condomínio não quer ter que passar por áreas comuns sujas, se deparar com uma piscina com ausência de cuidados, verificar falta de iluminação, ver lixo acumulado nos corredores ou lixeiras transbordando, vidros e fachadas com estado ruim, aparelhos da academia quebrados ou com problemas técnicos, entre outros pontos.

A manutenção deve, e precisa, ser preventiva – não adianta achar que algo tenha que quebrar ou apresentar um problema para ser avaliado ou passar por uma manutenção.

Para tanto, a dica é contar com um bom zelador e funcionários treinados, e considerar uma boa organização para os processos de manutenção do local.

Recorra a um sistema de gestão de condomínios e facilita o dia a dia!

Como você viu até aqui, o que não faltam são atribuições para manter o condomínio em um bom funcionamento – e administrar cada uma dessas necessidades não é algo essencialmente simples!

Para tanto, vale a pena contar com um sistema de gestão – isso porque ele poderá ajudar de maneira mais automatizada tudo que requer certa atenção, bem como um acesso bem mais facilitado e dinâmico.

Marcar presença sempre!

Seguir cada uma das dicas acima pode contribuir muito para um processo administrativo do condomínio realmente qualitativo, mas os efeitos positivos somente poderão ser sentidos se o sindico se mostrar sempre presente e disposto para lidar com qualquer tipo de problemas ou dificuldades dos moradores. O mesmo vale para os funcionários!

Agora que você já sabe como administrar um condomínio, que tal levar em conta cada um dos itens citados acima?